segunda-feira, 28 de setembro de 2009

#7 Um pouco de verdades.

Um detalhe: odiar é gratuito.
Aproveitando esse pequeno fato eu faço meus dias mais felizes.
Odiar é bom. Olhar com toda a repulsa possível, com a boca transbordando escárnio e o sangue quente e borbulhante. Parecido com raiva, mas mais consistente, denso. Diria até que possui uma textura mais cremosa. Belo e devastador como a lava borbulhante.
Mas não era para falar de ódio em si que eu comecei a escrever, e sim do que eu odeio.
De um ódio específico.
Moralismo. Independente de ser falso ou não, eu odeio o moralismo. E os moralistas.
E me deparei com eles hoje, logo pela manhã e antes de uma bela e aromatizada caneca de café preto e fumegante.
O motivo?
Cigarro.
A polêmica que gera a clássica e tenebrosa mania de repetir tudo aquilo que todos já disseram, e foram tantos que você sequer lembra quem foi o primeiro.
Eu sei que faz mal. Eu sei que é dinheiro sendo mal empregado. Eu sei que estou poluindo o mundo. Eu sei que vou morrer jovem, possivelmente de câncer. Eu sei que faz mal pra pele. Eu já sei disso e mais um muito. Mas quem disse que eu ligo?
E a esperança é que, quando eles terminem de falar, eu jogue o maço no lixo junto com os fósforos, o abrace e diga "obrigado por abrir meus olhos"?
Então, eu faço isso e ele vai embora feliz por ter ajudado alguém. Chega em casa e bate na esposa, nos filhos, bebe até desmaiar no sofá e, no outro dia, segue sua vida. Uma vida digna, sem tabaco.
Como é fácil criticar a vida alheia quando nossos pecados já são uma rotina...

Humanos me enojam.

2 comentários:

  1. "Eu sei que faz mal. Eu sei que é dinheiro sendo mal empregado. Eu sei que estou poluindo o mundo. Eu sei que vou morrer jovem, possivelmente de câncer. Eu sei que faz mal pra pele. Eu já sei disso e mais um muito. "

    Se sabe de tudo isso e é a sua opnião sobre e mesmo assim continua fumando parabéns, você é uma idiota.

    ResponderExcluir
  2. Tá.
    A parte xarope é que ninguém lê essa bosta de blog e quem lê não entende a 'mensagem' por trás do texto.
    Interpretar dói?

    ResponderExcluir