segunda-feira, 12 de outubro de 2009

#10 Perfeito para ignorar.

Quero um beijo, um abraço,
dos cigarros quero um maço,
quero fugir de mim.

Quero um escape, uma saída,
um fim de tarde na avenida,
quero ouvir teu sim.

Quero um verso, uma carta,
uma frase estruturada
sem começo, meio ou fim.

Quero que digas, bem sincero,
"se tu fores eu te espero",
qu'eu não quero perder-te assim.

2 comentários:

  1. What a great poetry! The last statement stood too much attached to rithym and stepped away from the meaning I guess. Anyways, really good work!

    ResponderExcluir