domingo, 15 de agosto de 2010

# 26 De Luzes

Te perdia, já perdida
No louro suave das mechas tuas
Um doce perfume de flores nuas
E de ti o sangue esvaía

Eras tu, leve como uma pluma
A alçar vôo das mãos minhas
Esmeraldas opacas na súplica
de salvação, ou coisa nenhuma

Um beijo leve, sem adeus
Puramente gratidão
Em uma noite fria e sem horas

"Até breve, tu melhoras"
Relutante, soltei tua mão
E te botei nas de Deus.

_________________

Que a justiça seja feita. Vais melhorar em breve, tu é forte e mostrou isso a quem quis ver.
Beijo na testa.

Um comentário:

  1. Que lindo! Me emocionei lendo, não sei nem como expressar.
    Vou imprimir e levar pra ele agora!
    E agradecer novamente pela ajuda de vocês, que foi fundamental pra recuperação do Guto!
    Beijos

    ResponderExcluir